blog

dicas de saúde e bem-estar

Uma mulher com vitiligo

O que é vitiligo? Entenda a doença da Natália do BBB 22

Publicado em 21 de Janeiro de 2022 por Alba Saúde

Quem está de olho na nova edição do Big Brother Brasil já deve ter percebido que uma das participantes possui vitiligo.

Em seu vídeo de apresentação, a BBB Natália Deodato conta que descobriu a condição ainda pequena e que levou um tempo para entender o que é a doença.

Assim como aconteceu com a participante, ainda é muito comum que as pessoas tenham dúvidas sobre esse problema. Por isso, a Alba separou algumas informações importantes para você ficar por dentro do assunto.

O que é o vitiligo?

É uma doença autoimune caracterizada pela perda da coloração da pele, chamada de hipopigmentação. Isso acontece por causa de uma perda de melanócitos, as células que produzem a melanina, o que faz aparecer manchas esbranquiçadas pelo corpo.

O que causa a condição?

Ainda não se sabe uma causa específica que cause o vitiligo, mas há indícios de que são fatores genéticos, ambientais e imunológicos.

Além disso, é possível que ele esteja associado a outras doenças autoimunes, e fatores emocionais ou traumas podem desencadear ou intensificar o aparecimento das manchas.

O vitiligo é contagioso?

Por ser uma doença bem aparente, uma das primeiras dúvidas que aparecem é essa. E a resposta é bem simples: não, o vitiligo não é contagioso.

Muitas vezes, as pessoas podem acabar cometendo essa gafe, mas isso está ligado ao preconceito e desinformação. Não existe nenhuma forma que a condição seja transmitida para outra pessoa.

Quais são os sintomas e cuidados?

Na grande maioria dos casos, o único sintoma associado ao vitiligo são as manchas na pele. Algumas pessoas podem relatar uma maior sensibilidade no local da hipopigmentação, mas não se tem uma relação comprovada.

O que pode acontecer é que o paciente não se sinta à vontade com o diagnóstico, o que pode afetar a sua autoestima e saúde mental. Por isso, o acompanhamento psicológico nesses casos é muito importante.

Também vale destacar que é uma condição benigna, ou seja, não traz nenhum risco à saúde. O único cuidado é ter uma atenção maior ao se proteger do sol, sendo recomendado um filtro solar de, no mínimo, fator 50.

A doença tem cura?

É importante destacar que o vitiligo não tem cura, mas existe tratamento para evitar a evolução e estabilizar o aparecimento das manchas.

Os mais comuns são o uso de cremes de corticoides, estimular a pigmentação (com, por exemplo, a fototerapia) e técnicas cirúrgicas de transplante de melanócito.

O diagnóstico precoce também ajuda nessa hora. Por isso, com qualquer aparecimento de manchas ou sinais diferentes na pele, não hesite em procurar o dermatologista.

Aqui na Alba, você marca sua consulta com o dermatologista até para o mesmo dia. Faça já o seu agendamento online ou entre em contato:⠀
⠀⠀⠀⠀
📞 Central de atendimento: (21) 3251-8103
💬 WhatsApp: (21) 97211-3993

Cuidar da saúde na Alba vale a pena. 💚