blog

dicas de saúde e bem-estar

Uma mulher com as mãos na barriga com cara de dor, representando a endometriose

Não é só a Anitta… A endometriose atinge 1 em cada 10 brasileiras

Publicado em 16 de Julho de 2022 por Alba Saúde

No início do mês, a cantora Anitta usou as redes sociais para chamar a atenção sobre a endometriose, doença que está crescendo entre as mulheres.

Assim como a cantora, as apresentadoras Patrícia Poeta e Michelle Loreto compartilharam suas experiências para alertar outras mulheres, já que a endometriose atinge 1 em cada 10 brasileiras.

E para ajudar na conscientização, a Alba preparou algumas informações que podem indicar que você está passando pelo mesmo problema.

O que é?

Conhecida como “a doença da mulher moderna”, a endometriose é um problema inflamatório e crônico. Ela ocorre quando o endométrio (tecido especializado que reveste a parte interna do útero) começa a aparecer em outras regiões do corpo, principalmente na região pélvica.

A doença vem crescendo bastante entre as mulheres – já atinge de 10% a 15% das brasileiras em idade fértil – e causando preocupações, já que pode levar à infertilidade.

Quais são os sintomas?

Como é considerada uma doença “nova”, ainda existem diversas dúvidas sobre as causas e sintomas. A cistite apresentada pela Anitta, por exemplo, normalmente não é associada a endometriose.

Entretanto, os sinais mais comum que aparecem nesses casos são:

  • Cólicas muito fortes
  • Dor intensa durante ou depois da relação sexual
  • Fadiga e cansaço durante a menstruação
  • Fluxo menstrual irregular
  • Sangramento intestinal ou urinário
  • Dificuldade para engravidar
  • Prisão de ventre ou diarreia
  • Inchaço na barriga

É importante destacar que a infertilidade atinge 50% das mulheres com endometriose.

Por que o diagnóstico é tão difícil?

Exatamente por se ter poucas informações, a endometriose acaba sendo deixada de lado na hora de fazer uma investigação, principalmente porque esses sintomas também são comuns em outros problemas de saúde.

Dessa forma, a dor relatada pelas mulheres acaba sendo menosprezada e colocada como “algo comum da menstruação” já que não aparece nada de diferente o suficiente para definir um diagnóstico.

Por isso, a conscientização sobre a doença e ir regularmente no ginecologista é muito importante! Se você apresenta alguns dos sintomas, não os encare como bobeira e procure a ajuda médica.


Na Alba Saúde, você encontra consultas ginecológicas a preços populares. Faça já o seu agendamento online ou entre em contato conosco:

📞 Central de atendimento: (21) 3251-8103
💬 WhatsApp: (21) 97211-3993

Cuidar da saúde na Alba vale a pena.