blog

dicas de saúde e bem-estar

Fique de olhos abertos! Conheça as 6 doenças oculares mais comuns

Fique de olhos abertos! Conheça as 6 doenças oculares mais comuns

Publicado em 12 de Julho de 2021 por Alba Saúde

Na maioria dos casos, a doença nos olhos poderia ser evitada ou curada

Você sabia que, de acordo com a estimativa da OMS, mais de 245 milhões de pessoas no mundo possuem alguma doença no olho que pode causar a perda moderada ou severa de visão?

Como se o número não fosse alto o suficiente, dados da organização também mostram que 75% desses problemas poderiam ser evitados ou até curados, caso fossem diagnosticados precocemente.

Por isso, para te ajudar a ficar de olho na sua saúde ocular, a Alba separou informações importantes sobre as 6 doenças mais comuns.

Catarata

É caracterizada pela perda de transparência do cristalino, a lente natural do olho que possibilita o foco da visão em diferentes distâncias.

O diagnóstico é realizado na própria consulta de rotina, com o exame da estrutura interna do olho, e os principais sintomas são sensibilidade à luz, visão opaca ou dupla e alteração na percepção de cores.

Algumas pessoas se assustam quando descobrem que vão precisar fazer uma cirurgia para a catarata, mas o procedimento é seguro, simples e rápido (normalmente durante de 15 a 30 minutos). Além disso, fazer o tratamento é essencial já que a doença é uma das principais causas de cegueira no mundo.

Glaucoma

É causada por lesão do nervo óptico, normalmente associada ao aumento da pressão intraocular, que leva à perda gradual da visão.

Na maioria das vezes, o glaucoma se desenvolve de forma lenta e sem sintomas; em casos bem mais raros, ele pode causar dor ocular repentina e intensa. É a segunda doença que mais causa cegueira no mundo.

Apesar de não ter cura, o glaucoma pode ser tratado e controlado. Existem colírios e remédios que ajudam a manter a pressão interna do olho estável e, em alguns casos, a cirurgia pode ser realizada para aliviar essa pressão.

Conjuntivite

É uma inflamação da membrana que reveste a parte anterior do olho. Ela pode ser infecciosa, alérgica ou química, e os principais sintomas são vermelhidão, secreção, inchaço das pálpebras e incômodo no olho.

O diagnóstico é clínico, e o tratamento é feito com colírios, que variam de acordo com o tipo da inflamação (se é viral ou bacteriana).

Retinopatia diabética

A doença afeta os pequenos vasos da retina, região responsável pela formação das imagens enviadas ao cérebro, e está diretamente relacionada ao tempo de duração da diabetes e ao descontrole da glicemia.

Os primeiros sintomas incluem moscas volantes, borrões, áreas escuras na visão e dificuldade de distinguir cores, mas, se não for tratado corretamente, pode causar diminuição da visão de forma progressiva ou cegueira definitiva.

Em casos leves, o tratamento é feito com um controle rigoroso da diabetes; já em casos mais graves, o tratamento a laser ou cirúrgico pode ser necessário.

Degeneração macular relacionada a idade (DMRI)

É uma doença que ocorre na parte central da retina, chamada mácula, e que leva a perda progressiva da visão central. O principal sintoma inicial é a visão turva.

Existem alguns fatores que aumentam o risco de desenvolver o DMRI, como a idade, predisposição genética, alta exposição à luz solar, hipertensão e diabetes. Já o tratamento é realizado para impedir a progressão da doença e, em alguns casos, ainda é capaz de recuperar parte da visão perdida.

Erros de refração

Esses erros ocorrem quando os feixes de luz sofrem algum desvio provocado pelo formato do olho e não são focados na retina. Dessa forma, causam uma falta de nitidez na visão.

Existem diversos tipos de desvios, e os mais comuns são miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia. O tratamento é feito por correção óptica, principalmente com o uso de óculos corretivos ou lentes de contato.

 

Viu como existem vários problemas que prejudicam a sua visão? Por isso, o mês de julho é dedicado a Saúde Ocular e tem o objetivo de promover a conscientização sobre a importância e os cuidados que sempre devemos ter com os olhos.

Uma das melhores formas de cuidar dos seus olhos é ir no oftalmologista regularmente para que essas doenças sejam prevenidas ou, pelo menos, diagnosticadas de forma precoce.

Faça já o seu agendamento online ou entre em contato com a gente:

📞 Central de atendimento: (21) 3251-8103
💬 WhatsApp: (21) 97211-3993

Cuidar da saúde na Alba vale a pena!