blog

dicas de saúde e bem-estar

Como a Esclerose Múltipla afeta o corpo?

Como a Esclerose Múltipla afeta o corpo?

Publicado em 30 de Maio de 2022 por Alba Saúde

Comprometimento da coordenação motora, falta de equilíbrio e perda da força muscular são apenas alguns dos principais sintomas da Esclerose Múltipla, que atinge cerca de 40 mil pessoas no Brasil.

Por isso, nesse Dia Mundial da Esclerose Múltipla, a Alba preparou algumas informações que você precisa saber.

O que é?

A Esclerose Múltipla é uma doença inflamatória crônica, em que o sistema imunológico destrói a cobertura protetora dos nervos. Essas lesões causam distúrbios na comunicação entre o cérebro e o corpo.

Geralmente, a doença começa a aparecer em jovens de 20 a 30 anos e ainda não se sabe exatamente as suas causas.

A forma que ela se desenvolve também é diferente em cada pessoa: algumas passam anos sem apresentar sinais graves, enquanto outras podem ter sintomas crônicos constantes. A característica em comum, entretanto, é a imprevisibilidade dos surtos.

Quais são os sintomas?

Na fase inicial, os sinais da doença podem ser muito sutis e transitórios, com casos isolados e que não duram muito tempo, o que faz com que o paciente não dê muita atenção.

Entretanto, os principais sintomas da doença são:

  • Visão turva ou perda de visão
  • Incontinência urinária
  • Fraqueza e fadiga
  • Perda de força muscular
  • Dormência nas extremidades do corpo
  • Falta de equilíbrio
  • Espasmos musculares e tremor
  • Dificuldades cognitivas e motoras
  • Impotência sexual
  • Tontura ou vertigem

A gravidade dos sintomas, assim como a duração e a frequência de surtos, também varia de acordo com cada pessoa.

Além disso, para um diagnóstico correto, é necessário procurar um neurologista, que fará um exame clínico e poderá pedir exames de imagens complementares.

A Esclerose Múltipla tem cura?

Infelizmente, a doença não tem cura e, por não se saber as causas, também é difícil definir uma forma de prevenção específica.

Entretanto, existem tratamentos que ajudam a reduzir os sintomas e as chances de surtos, além de tentar retardar a progressão da esclerose.

Nesse sentido, além do acompanhamento com o neurologista, é comum o paciente fazer o tratamento com diversos especialistas:

  • Fisioterapeuta: para incentivar o ato motor quando os movimentos estão comprometidos e preservar os músculos não danificados
  • Nutricionista: para montar uma dieta balanceada, acompanhar as taxas e controlar o peso
  • Psicólogo: para ajudar na saúde mental do paciente
  • Fonoaudiólogo: para fortalecer os músculos vocais e ajudar em casos de fala comprometida

Na Alba Saúde, você encontra consultas a partir de R$ 79*. Faça já o seu agendamento online ou entre em contato:

📞 Central de atendimento: (21) 3251-8103
💬 WhatsApp: (21) 97211-3993

Cuidar da saúde na Alba vale a pena.

*Consulte a especialidade, unidade e médico